• <output id="kiujs"><track id="kiujs"></track></output>
    <code id="kiujs"><acronym id="kiujs"></acronym></code>

    <code id="kiujs"></code>
    <ins id="kiujs"></ins>
  • China emite parecer para facilitar acesso a mercado em Shenzhen

    2022-01-28 Fonte: portuguese.xinhuanet.com

    Compartilhar: 

    A China divulgou nesta quarta-feira um parecer sobre a flexibiliza??o do acesso ao mercado na metrópole de Shenzhen, no sul do país, como parte dos esfor?os para promover ainda mais a reforma e a abertura da Grande área da Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

    O documento, emitido conjuntamente pela Comiss?o Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR) e pelo Ministério do Comércio, detalhou medidas especiais para facilitar o acesso ao mercado em setores que incluem a aplica??o de tecnologias avan?adas e seu desenvolvimento industrial, finan?as e investimentos, medicina e saúde, educa??o e cultura, assim como transporte.

    Nos últimos anos, a China introduziu uma série de políticas neste centro de inova??o, com o objetivo de transformar Shenzhen em uma área de demonstra??o do socialismo com características chinesas.

    Zhao Chenxin, secretário-geral da CNDR, disse que o novo documento visa explorar políticas e sistemas de gest?o mais flexíveis e científicos e impulsionar o desenvolvimento da economia de mercado socialista.

    De acordo com o parecer, ser?o iniciados os trabalhos de estabelecimento de um centro de comércio internacional baseado no mercado de componentes eletr?nicos e circuitos integrados e a presta??o de servi?os como logística e declara??o aduaneira.

    O documento também promete um acesso mais fácil à negocia??o de elementos de dados e negócios de dados transfronteiri?os, e um ambiente aprimorado de acesso ao mercado para a aplica??o de tecnologias avan?adas.

    Para facilitar o acesso ao investimento financeiro, a cidade intensificará o apoio às cadeias de abastecimento agrícolas, promoverá a conectividade do mercado de seguros Shenzhen-Hong Kong-Macau e facilitará ainda mais a liquida??o comercial transfronteiri?a, aponta o documento.

    Em rela??o aos setores médico e de saúde, o texto pede relaxamento das restri??es ao acesso ao mercado de produtos farmacêuticos e dispositivos médicos, testes piloto de vendas online de medicamentos prescritos, bem como aprova??o otimizada e servi?os de acesso a recursos genéticos humanos.

    Padr?es de acesso unificado e plataformas de aplicativos abertos para sistemas n?o tripulados terra-mar-ar ser?o estabelecidos, enquanto o apoio para a constru??o e opera??o de infraestrutura para veículos de nova energia será ampliado, prevê o documento.

    Qin Weizhong, prefeito de Shenzhen, ressaltou que a diretriz estimulará o desenvolvimento mais amplo da área da Grande área da Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, pois é propícia para promover um ambiente de mercado mais justo e aberto.

    Shenzhen, que era uma pequena vila de pescadores, é muitas vezes referida como a "janela" da reforma e abertura da China, que come?ou no final da década de 1970. Em 1980, a cidade se tornou a primeira zona econ?mica especial do país com políticas favoráveis para atrair investimentos estrangeiros.

    A metrópole possui uma economia privada em expans?o e é sede de muitos gigantes da tecnologia, como Tencent e DJI. Em 2020, seu produto interno bruto atingiu 2,77 trilh?es de yuans (US$ 438 bilh?es), ultrapassando diversas províncias chinesas.


    国产在线精品一区二区_日本真人边吃奶边做爽电影_这里只有精品视频在线_超碰伊人久久青草热